Sem categoria

Como realizar o desmame de betabloqueador?

cardio

No post anterior, vimos quais os possíveis malefícios da suspensão abrupta de betabloqueadores em pacientes que fazem uso crônico da medicação. Hoje veremos a sugestão do uptodate para realizar o desmame seguro destas medicações caso seja optado pelo médico asistente (ex: substituir por um anti-hipertensivo mais eficaz, suspensão por efeito colateral de pouca gravidade).

1- Caso a medicação seja administrada 2 vezes ao dia (ex: carvedilol, propranolol, metoprolol que não seja de liberação prolongada) – baixar para a dose usual apenas uma ve por dia. Posteriormente, deixar a dose usual em dias alternados e por fim, suspender a medicacão.

2- Medicações com tempo de meia-vida mais longo e que são ingeridas apenas 1x ao dia (ex: atenolol, bisoprolol) – diminuir a dose pela metade durante uma semana. Posteriormente usar a metade da dose inicial em dias alternados por mais uma semana. Por fim, suspender a medicação.

Obviamente isto é apenas uma sugestão. Vários outros esquemas igualmente seguros podem ser seguidos. 

Referência: Major side effects of beta blockers. Uptodate.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: