Sem categoria

Como reverter o efeito da heparina de baixo peso molecular?

Já falamos sobre como reverter o efeito da heparina não-fracionada. E o que fazer com um paciente que está usando enoxaparina e tem sangramento? Alguns pontos importantes:

– a protamina, medicação usada para reverter o efeito da HNF, anula apenas 50 a 75% do efeito da heparina de baixo peso molecular

– o uso da protamina neste contexto é off-label

– a dose preconizada pela Sanofi para reverter o efeito da enoxaparina comercializada por ela é:

se a medicação tiver sido administrada há menos de 8 h – 1 mg de protamina para cada 1 mg de enoxaparina

se a medicação tiver sido administrada entre 8 e 12 h – 0,5 mg de protamina para cada 1 mg de enoxaparina

se a medicação tiver sido administrada há mais de 12 h – a priori a heparina não justifica o sangramento, a não ser que o pcte tenha fatores que prolonguem a meia-vida da medicação (ex: insuficiência renal)

– lembrar que como a protamina não reverte completamente o efeito da enoxaparina, caso o pcte esteja apresentando sangramento importante – é necessário usar plasma fresco para parar a hemorragia

– lembrar de diluir a protamina em pelo menos 250 mL de solução e administrar a uma velocidade não superior a 20 mg/min – devido ao risco elevado de hipotensão e anafilaxia

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

1 comentário

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: