Coronariopatia Hipertensão arterial sistêmica

Como tratar hipertensão arterial no paciente com coronariopatia?

Eduardo Lapa
Escrito por Eduardo Lapa

A associação de hipertensão arterial e coronariopatia é frequente. Vem então a dúvida: como tratar a hipertensão arterial sistêmica (HAS) no meu paciente com doença arterial coronariana (DAC) crônica? Vamos aqui colocar as recomendações da nova diretriz americana de HAS.

  • As drogas de primeira linha para tratar a HAS em pctes com DAC crônica são: alguns tipos de betabloqueadores (vide abaixo), inibidores da eca e bloqueadores dos receptores de angiotensina.
  • Quais os bbloqs que a diretriz recomenda? Bisoprolol, carvedilol, tartarato ou succinato de metoprolol, nadolol, propranolol ou timolol.
  • Como assim? Nada do bom e velho atenolol? Na verdade a diretriz fala explicitamente para evitar-se atenolol no tratamento de HAS. Por quê? Que referência é citada para isso? A diretriz cita esta metanálise publicada no Lancet em 2004 que mostrou que o atenolol não era melhor mesmo quando comparado ao placebo no cenário de tratamento da HAS.
  • No paciente com DAC crônica, o bbloq tem a vantagem adicional de ser considerado o agente de escolha para tratamento sintomático da angina.
  • Qual o alvo de PA nestes pacientes, segundo a diretriz? Alvo = PA <130×80 mmHg. De onde vem essa recomendação? Do SPRINT trial.

Publicidade

Banner Atheneu

Banner Curso Pré Operatório

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: