Coronariopatia Hemodinâmica Imagem cardiovascular Métodos complementares

Como um método de imagem intravascular ajuda no procedimento de angioplastia?

Em primeiro lugar, para que serve um método de imagem intravascular?

Como vimos em outro post, os métodos de imagem intravascular (ultrassom intracoronário – USIC – e tomografia de coerência óptica – OCT) são exames complementares que podem ser realizados durante o procedimento do cateterismo cardíaco e que permitem caracterizar de  uma forma mais precisa os aspectos físicos das placas de ateroma. Portanto, estes métodos de imagem são exames de avaliação anatômica e não funcional. Assim, os métodos de imagem intravascular poderão ser realizados para melhorar a precisão do exame diagnóstico, ou durante o procedimento de angioplastia coronariana guiando a escolha mais adequada dos stents, dos balões de pré-dilatação e pós-dilatação, etc.

Dessa forma, falando específicamente do momento da intervenção, podemos separar didaticamente a utilidade do método de imagem intravascular em 3 momentos:

  • Avaliação pré (planejamento):

Identificar a forma de apresentação da doença: extensão, localização (óstio, bifurcação, etc.), tipo de placa (calcífica, fibrosa, lipídica);

Medida das referências: avaliação de diâmetros e áreas nos segmentos proximal, distal e no local da lesão;

Escolha adequada dos dispositivos a serem utilizados: balão, cutting balloon, aterectomia rotacional, stent.

  • Avaliação pós (otimização): corrigir fatores que aumentam a chance de reestenose ou trombose do stent.

Checar expansão do stent, aposição e simetria das hastes;

Perda geográfica da lesão (Geographic miss);

Dissecção de bordas.

  • Durante todo o procedimento:

Redução da utilização de contraste (*utilidade específica para o USIC e não para a OCT) substituindo filmagens de cine com contraste por corridas de aquisição de imagem com USIC.

No caso ilustrativo a seguir, podemos observar em uma angioplastia de artéria coronária direita uma lesão angiograficamente extensa porém com apenas um ponto focal de obstrução mais severa na transição do terço médio para o distal. Após avaliação com ultrassom intracoronário pudemos: planejar o procedimento com a identificação do ponto mais crítico da lesão e das regiões livres de aterosclerose nos segmentos proximal e distal da lesão (Figura 1); escolher o tamanho do stent a ser implantado (comprimento e diâmentro) incluindo a forma do implante com ou sem pré-dilatação (Figura 2); checar e corrigir as imperfeições do implante ao final do procedimento (Figura 3) aumentando a probabilidade de um bom resultado tardio da intervenção. Durante todo o procedimento, para a checagem passo a passo do resultado, corridas de ultrassom foram utilizadas em substituição às filmagens com injeção de contraste. Desta forma, um total de 21 ml de contraste foram utilizados na intervenção, volume muito inferior ao habitualmente utilizado nas intervenções guiadas por angiografia.

DICA: o uso de ultrassom intracoronário pode ajudar inclusive a reduzir o volume de contraste iodado a ser utilizado durante a realiza/ção do cateterismo cardíaco. 

Por fim, é importante lembrar que, embora a imagem intravascular facilite muito a otimização da angioplastia, do ponto de vista de evidência clínica até o momento, a utilização rotineira do ultrassom intracoronário reduz desfecho duro (mortalidade e trombose) apenas no cenário de intervenção no tronco da coronária esquerda.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Pessoa de Melo

Eduardo Pessoa de Melo

Residência em Cardiologia pelo InCor/FMUSP
Título de Especialista em Cardiologia pela SBC
Especialista em Cardiologia Intervencionista pelo InCor/FMUSP
Sócio Titular da Sociedade Brasileira de Cardiologia Intervencionista
Cardiologista Intervencionista do PROCAPE/UPE
Cardiologista Intervencionista da Rede D'Or São Luiz:
- Hospital Esperança
- Hospital Esperança Olinda
- Hospital São Marcos

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: