ECG

Curso básico de eletrocardiograma – parte 02

Primeiro, vamos entender o que significa cada uma das ondas presentes no ECG.

A onda P representa a despolarização atrial, e o intervalo PR representa o intervalo entre a despolarização das células do nó sinusal até o início da despolarização do miocárdio ventricular.

O complexo QRS representa a despolarização ventricular. A repolarização atrial também ocorre nessa fase, mas como a massa do ventrículo é maior, não é possível avaliar a onda Ta na maioria das vezes.

E a onda T, a repolarização ventricular.

Pode haver a presença da onda U, principalmente em V3 e V4. É uma deflexão pequena e arredondada, que tem polaridade semelhante à onda T (com amplitude 5 a 25% da T). Sua gênese é controversa; poderia representar os pós-potencias do miocárdio ventricular e a repolarização das fibras de Purkinje.

O intervalo QT representa a sístole elétrica ventricular, correspondente ao tempo total de despolarização e repolarização dos ventrículos no ECG.

Já o segmento ST é analisado entre final do QRS ao início da onda T. Infra ou supra-desnivelamento desse segmento pode sugerir doença coronariana aguda, sobrecarga ventricular ou alguns outros diagnósticos diferenciais, como será discutido nos tópicos de interpretação nesse curso.

Publicidade

Banner Atheneu

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Fernando Figuinha

Fernando Figuinha

Especialista em Cardiologia pelo InCor/ FMUSP
Médico cardiologista do Hospital Miguel Soeiro - Unimed Sorocaba.
Presidente - SOCESP Regional Sorocaba.

3 comentários

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: