ECG

Eletrocardiograma no atleta – o que você precisa saber?

Escrito por Silvio Póvoa

Esta publicação também está disponível em: Português

O eletrocardiograma no atleta é um exame que, conforme as diretrize,s está dentro do rol de exames indicados para a avaliação cardiovascular nesta população 1. Em 2008, um interessante estudo italiano notou que o rastreio com eletrocardiograma reduziu cerca de 7 vezes a chance de morte súbita em atletas jovens2.   Em 2017, um consenso publicado trouxe consigo padrões e critérios internacionais de interpretação do eletrocardiograma em atletas3.

Antes de revisarmos  o eletrocardiograma , pra nível didático, devemos lembrar : o que pode ocorrer no coração do atleta ?

  1. Aumento do tônus vagal / parassimpático em repouso
  2. Aumento das câmaras cardíacas (hipertrofia fisiológica do atleta)

Veremos à frente que boa parte das alterações fisiológicas do eletrocardiograma do atleta são respondidas simplesmente tendo os dois conceitos acima bem estabelecidos.

Vale lembrar que:

O Consenso de 2017 traz consigo as alterações dispostas em 3 tipos.

  •   Normais: achados considerados fisiológicos ou variantes da normalidade
  • Borderline: achados suspeitos de possíveis alterações patológicas
  • Anormais: achados que definitivamente sugere cardiopatia de base e não são compatíveis com alterações fisiológicas

Adaptado de : Drezner JA, Sharma S, Baggish A, et al International criteria for electrocardiographic interpretation in athletes: Consensus statement British Journal of Sports Medicine 2017;51:704-731.

Como interpretar ?

Achado normal : sem necessidade de investigação adicional  *

1 achado borderline: sem necessidade de investigação adicional

2 achados borderline : necessidade de prosseguir investigação

Pelo menos um achado anormal: necessidade de prosseguir investigação

*Nota do autor: No caso de inversão de onda T de v1-v3 em atletas menor que 16 anos, é interessante a exclusão de diagnóstico de displasia  arritmogênica do VD / Cardiopatia arritmogênica. (Quer saber mais sobre eletrocardiograma na  displasia arritmogênica do VD ? Clique no link a seguir   https://cardiopapers.com.br/voce-conhece-as-alteracoes-eletrocardiograficas-da-displasia-arritmogenica-do-vd/ )

Referências

1- Ghorayeb N, Stein R, Daher DJ, Silveira AD, Ritt LEF, Santos DFP et al. Atualização da Diretriz em Cardiologia do Esporte e do Exercício da Sociedade Brasileira de Cardiologia e da Sociedade Brasileira de Medicina do Esporte – 2019. Arq Bras Cardiol.

2- Corrado D, Basso C, Schiavon M, Pelliccia A, Thiene G. Pre-participation screening of young competitive athletes for prevention of sudden cardiac death. J Am Coll Cardiol. 2008 Dec 9;52(24):1981-9. doi: 10.1016/j.jacc.2008.06.053. PMID: 19055989.    https://www.sciencedirect.com/science/article/pii/S0735109708031811?via%3Dihub

3- Drezner JA, Sharma S, Baggish A, et al International criteria for electrocardiographic interpretation in athletes: Consensus statement British Journal of Sports Medicine 2017;51:704-731.

Curso Cardiopapers

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Silvio Póvoa

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anúncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site

%d blogueiros gostam disto: