Sem categoria

HbA1c – preditor de eventos cardiovasculares?

Evidências tem surgido mostrando que nem todos diabéticos são de alto risco de eventos vasculares futuros.

Dois estudos de coorte foram publicados recentemente no Archives of Internal Medicine, mostrando que o risco cardiovascular futuro de pacientes diabéticos podem variar de acordo com os níveis de hemoglobina glicada (HbA1c) apresentados.

Assim, podemos melhorar a predição de eventos cardiovasculares nesse perfil de pacientes ao adicionar o valor da HbA1c à análise, evitando o uso de altas doses de estatina em pacientes que pouco podem se beneficiar do seu uso por não serem de risco tão elevado.

As diretrizes americanas (NCEP ATP III) consideram diabetes mellitus como equivalente à doença arterial coronariana ao estratificar o risco do paciente (todos de alto risco).

Ao tentar incorporar a HbA1c à análise de risco, em pacientes avaliados nesses estudos, 19% das mulheres diabéticas e menos de 1% dos homens diabéticos foram reclassificados como baixo risco (<5% de risco de eventos cardiovasculares em 10 anos).

Talvez a incorporação da HbA1c aos escores de risco não nos faça retirar a estatina de alguns (poucos) pacientes diabéticos. Apesar disso, ao reclassificar esses pacientes como de risco baixo ou intermediário, poderíamos ao menos reconsiderar o uso de altas doses de estatina, que em diversos estudos recentes tem se mostrado relacionados à uma piora da glicemia e da HbA1c (além de poderem aumentar o surgimento de novos casos de diabetes), quando comparados com uso de doses menores.

Referências

1. Paynter NP, Mazer NA, Pradhan AD, et al. Cardiovascular risk prediction in diabetic men and women using hemoglobin A1c vs diabetes as a high-risk equivalent. Arch Intern Med 2011.

2. Pletcher MJ. Cardiovascular risk stratification, hemoglobin A1c, and the tempo of translation: Comment on "Cardiovascular risk prediction in diabetic men and women using hemoglobin A1c vs diabetes as a high-risk equivalent." Arch Intern Med 2011.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Fernando Figuinha

Fernando Figuinha

Especialista em Cardiologia pelo InCor/ FMUSP
Médico cardiologista do Hospital Miguel Soeiro - Unimed Sorocaba.
Presidente - SOCESP Regional Sorocaba.

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: