Hipertensão arterial sistêmica

Hipertensão arterial sistêmica resistente – como investigar?

A hipertensão resistente é definida como hipertensão não controlada sob uso de 3 medicamentos de classes distintas, em dose máxima, sendo um deles diurético.

Dos pacientes hipertensos, 3 a 5% são portadores de hipertensão secundária, situação clinica onde existe uma causa potencialmente reversível para a elevação de pressão arterial.  Dados de história e exame físico são fundamentais na suspeita e na indicação de rastreamento para identificação da eventual causa da hipertensão secundária. 

Criado pelo Professor Dr. Luiz Bortolotto, colocamos a seguir uma regra mnemônica para guiar a investigação dos pacientes portadores de hipertensão resistente. 

Texto enviado pelo Dr Thiago Midlej, autor do capítulo de hipertensão secundária do Manual de Cardiologia Cardiopapers.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

1 comentário

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: