Hipertensão arterial sistêmica

Hipertensão arterial sistêmica resistente – como investigar?

A hipertensão resistente é definida como hipertensão não controlada sob uso de 3 medicamentos de classes distintas, em dose máxima, sendo um deles diurético.

Dos pacientes hipertensos, 3 a 5% são portadores de hipertensão secundária, situação clinica onde existe uma causa potencialmente reversível para a elevação de pressão arterial.  Dados de história e exame físico são fundamentais na suspeita e na indicação de rastreamento para identificação da eventual causa da hipertensão secundária. 

Criado pelo Professor Dr. Luiz Bortolotto, colocamos a seguir uma regra mnemônica para guiar a investigação dos pacientes portadores de hipertensão resistente. 

Texto enviado pelo Dr Thiago Midlej, autor do capítulo de hipertensão secundária do Manual de Cardiologia Cardiopapers.

Publicidade

Banner Atheneu

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

1 comentário

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: