Métodos complementares Prevenção Sem categoria

Pedir escore cálcio para paciente diabético faz sentido?

Alexandre Volney
Escrito por Alexandre Volney

Se você duvidou do último post sobre a utilidade do escore de cálcio na avaliação de risco cardiovascular em diabéticos, veja alguns pontos da recém publicada diretriz brasileira de prevenção cardiovascular em diabéticos (endossada pelas sociedades brasileiras de diabetes (SBD), cardiologia (SBC) e endocrinologia e metabolismo (SBEM):

  1. O Escore de cálcio coronário (EC) esta associado a eventos cardiovasculares e mortalidade em pacientes com diabetes (I, A)
  2. A determinação do EC tem a melhor taxa de reclassificação de risco em comparação aos outros marcadores de risco quando adicionado ao escore de risco global, especialmente nos pacientes com risco INTERMEDIÁRIO (IIa, B)
  3. Em pacientes diabéticos, um EC >10 é um indicador de aumento na mortalidade e eventos cardiovasculares futuros. É recomendado que pacientes diabéticos com EC > 10 sejam considerados com ALTO RISCO (I, A)

Brazilian guidelines on prevention of cardiovascular disease in patients with diabetes: a position statement from the Brazilian Diabetes Society (SBD), the Brazilian Cardiology Society (SBC) and the Brazilian Endocrinology and Metabolism Society (SBEM). Bertoluci et al. Diabetol Metab Syndr (2017) 9:53 DOI 10.1186/s13098-017-0251-z

 

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Alexandre Volney

Alexandre Volney

Residência em Clínica Médica pelo Hospital do Clínicas da Faculdade de Medicina de São Paulo (HC-FMUSP, 2007)
Residência em Cardiologia pelo Instituto do Coração (InCor-HCFMUSP, 2009),
Especialização em Tomografia e Ressonância Cardiovascular (InCor-FMUSP, 2009-2011)
Especialista em Ecocardiografia (SBC)

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: