Coronariopatia

MATRIX: acesso radial x femoral em SCA

O estudo MATRIX, apresentado no congresso do American College of Cardiology –  2015, avaliou o impacto do uso da via de acesso radial ou femoral em desfechos clínicos, em pacientes com síndrome coronariana aguda.

Incluiu 8.404 pacientes com infarto com e sem supradesnivelamento de ST (48% com supra ST).

O uso do acesso radial levou a uma redução nos desfechos clínicos (composto de morte, IAM, AVC e sangramento maior). Isso se deu principalmente devido a uma redução relativa de 33% de sangramentos maiores (analisado pelo BARC – Bleeding Academic Research Consortium).

Houve também uma redução de 28% em mortalidade por todas as causas (1,6% vs 2,2% – RR 0,72, IC 0,53-0,99 – p 0,045).

Esse estudo sugere que o acesso radial deve fazer parte da abordagem inicial de um intervencionista ao tratar um paciente com síndrome coronariana aguda.

Referência: Valgimigli M, Gagnor A, Calabró, et al. Radial versus femoral access in patients with acute coronary syndromes undergoing invasive management: A randomized multicenter trial. Lancet 2015; DOI:S0140-6736(15)60292-6.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Fernando Figuinha

Fernando Figuinha

Especialista em Cardiologia pelo InCor/ FMUSP
Médico cardiologista do Hospital Miguel Soeiro - Unimed Sorocaba.
Presidente - SOCESP Regional Sorocaba.

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: