Miscelânia

Nova diretriz de cardiologia do esporte: quando pedir ecocardiograma?

Eduardo Lapa
Escrito por Eduardo Lapa

Esta publicação também está disponível em: pt-brPortuguês esEspañol

Continuando nosso resumo da nova diretriz de cardiologia do esporte da SBC:

  • NÃO pedir ecocardiograma de rotina antes de atividade física
  • O exame está recomendando apenas quando suspeitarmos de cardiopatia estrutural. Exemplos: paciente com alteração de ECG que possa sugerir cardiomiopatia (ex: SVE em pcte jovem); ausculta de sopro no exame físico que possa indicar valvopatia ou cardiopatia congênita; sintoma sugestivo de cardiopatia como dor torácica típica ou dispneia desproporcional aos esforços.
  • Já foi testado pedir eco de rotina para avaliação de atividade física e viu-se que tratava-se de estratégia cara e pouco eficaz.
  • Eduardo, mas no futuro, pode ser que isso mude? Sim. A tendência é que em alguns anos todos cardiologistas usem os aparelhos de eco handheld (ex: probe de eco que você liga no smartphone). Aí tudo muda. Em menos de 2 minutos um cardiologista habilitado é capaz de fazer um eco rápido para triar as principais cardiopatias estruturais. Mas isso é discussão para daqui a uns anos.

 

Curso Questões Cardiopapers

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site

%d blogueiros gostam disto: