Sem categoria

Novo guideline AHA – Miocardiopatia Hipertrófica – parte 2

– A maioria dos pctes com CMH tem uma expectativa de vida normal.

– Os pctes que manifestam sintomas da doença se apresentam de 3 formas:

1- Morte súbita, geralmente antes dos 35 anos de idade

2- Insuficiência cardíaca

3- FA associada ou não a eventos embólicos

– Na CMH o importante é a medida do gradiente de pico na via de saída de VE e não do gradiente médio (como nas valvopatias mitral e aórtica). Define-se como CMH obstrutiva quando há gradiente sistólico de pico maior do que 30 mmHg. Este gradiente máximo é equivalente ao gradiente pico-a-pico avaliado pelo cate.

– 1/3 dos pctes tem gradiente maior que 30 mmHg no eco basal. Outro 1/3 não tem gradiente no eco basal mas desenvolvem quando são submetidos a estresse (físico ou farmacológico). O outro 1/3 não tem gradiente em situação alguma (eco basal ou eco stress). 

– A principal causa do gradiente na VSVE é a presença do movimento sistólico anterior da cúspide anterior da mitral (o famoso SAM). 

– A insuficiência mitral na CMH geralmente é secundária ao SAM. Como a valva mitral durante a sístole "cola" no septo anterior isto gera um orifício regurgitante na mitral. O jato regurgitante dirige-se posteriormente e lateralmente. Caso o jato seja dirigido anteriormente deve-se questionar uma valvopatia mitral primária, por alteração da válvula.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: