Coronariopatia

Novo guideline americano de IAM com supra de ST – parte 5

 

– A dose inicial do AAS continua a mesma citada em guidelines prévios – 162 mg a 325 mg. Na prática brasileira em que a apresentação mais encontrada do aas é de 100 mg – fazer 2 ou 3 comprimidos

– A dose ideal de manutenção recomendada pelo guideline é de 81 mg (recomendação IIa)

– Em relação ao segundo antiplaquetário a ser utilizado, o guideline americano não faz distinção em relação ao clopidogrel, prasugrel ou ticagrelor. As 3 medicações inibidoras do receptor P2Y12 são classificadas como nível de evidência Ib. Lembrando que em relação a pctes com síndrome coronariana sem supra de ST há controvérsia entres os guidelines. O americano considera as medicações como equivalentes. Já o europeu coloca o ticagrelor e o prasugrel como preferenciais ao clopidogrel.

– Pctes que recebem stent na ocasião do IAM com supra de ST devem usar dupla antiagregação plaquetária durante 1 ano, independente do stent ser farmacológico ou não farmacológico. Isto vem do fato da maioria dos trials que avaliaram os inibidores do receptor P2Y12 (CURE, PLATO, TRITON, etc) usaram a medicação por um período próximo a 1 ano (variando de 9 a 15 meses). A dose de manutenção das medicações é:

clopidogrel – 75 mg/d

ticagrelor – 90 mg 12/12h

prasugrel – 10 mg/d

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: