Coronariopatia

Novo guideline americano de IAM com supra de ST – parte 1

 

– Lembrar que pcte com infra de ST difuso e com supra de aVR pode ter lesão de tronco de coronária esquerda ou de DA proximal. Ver detalhes aqui.

– Pegou um pcte com alterações duvidosas de ECG como supra discreto em V2 e V3 e está em dúvida se é uma alteração isquêmica ou se pode ser repolarização precoce. O que fazer? Um ótimo exame em situações com esta é o ecocardiograma transtorácico à beira do leito. Caso o exame mostre contratilidade normal, reforça a possibilidade de alterações não isquêmicas. Já se houver alteração contrátil (hipocinesia, acinesia ou discinesia) da parede em questão – corrobora a hipótese de síndrome isquêmica aguda. O mesmo conceito pode ser usado em pctes que se apresentam na emergência com bloqueio de ramo esquerdo e dor torácica e que não possuem ECG prévio para comparação.

– Qual o marcador de necrose preferido para o diagnóstico de IAM? Troponina.

– A incidência de IAM com supra de ST vem diminuindo enquanto que a incidência de SCA sem supra de ST vem aumentando.

– A mortalidade de pctes com IAM com supra de ST também vem diminuindo ao longo dos anos devido aos avanços na terapêutica.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: