Perioperatório

Podemos suspender a aspirina antes das cirurgias não-cardíacas?

Essa é uma pergunta que sempre foi motivo de discussão e discórdia entre cardiologistas e cirurgiões.

O estudo POISE-2 (Perioperative Ischemic Evaluation 2) tentou responder essa questão.

Foram randomizados 10.010 pacientes em programação de realização de cirurgia não cardíaca para utilizar aspirina ou placebo. Esses pacientes apresentavam algum fator de risco ou já tinham doença aterosclerótica.

5.628 pacientes não utilizavam aspirina (grupo início) e 4.382 pacientes já utilizavam aspirina (grupo contínuo).

Os pacientes receberam placebo ou Aspirina 200mg  antes da cirurgia, seguido de 100mg 1xd por 30 dias (grupo início) ou 100mg 1xd por 7 dias, retornando para dose anterior (grupo contínuo).

O desfecho primário foi um composto de morte ou IAM não fatal em 30 dias. Ocorreu no grupo Aspirina em 7,0% vs 7,1% do grupo placebo (p ns). Já em relação ao sangramento maior, no grupo Aspirina ocorreu em 4,6% vs 3,8% do grupo placebo (HR 1,23; p 0,04).

Os desfechos foram semelhantes nos grupos que tinham iniciado aspirina e que continuaram com aspirina.

Conclui, então, que utilizar Aspirina antes da cirurgia e no pós-operatório não reduz  o composto de mortalidade ou infarto não fatal, mas aumenta o risco de sangramentos maiores.

Quer dizer que devemos suspender aspirina para todos antes de cirurgia não cardíaca?

Não. Apesar de uma boa parte dos pacientes do estudo apresentarem doença vascular, somente 4,3% desses pacientes tinham histórico de angioplastia prévia. Assim, a segurança da suspensão da aspirina nesse grupo ainda não pode ser definida baseada nesse estudo. Além disso, nesse estudo foram excluídos pacientes que colocaram stent convencional nas últimas 6 semanas ou stent farmacológico no último ano. Nesse grupo de pacientes, não devemos suspender a antiagregação.

Referência:

-Devereaux PJ, Mrkobrada M, Sessler DI et al. Aspirin in Patients Undergoing Noncardiac Surgery.  NEJM 2014; March 31. DOI: 10.1056/NEJMoa1401105.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Fernando Figuinha

Fernando Figuinha

Especialista em Cardiologia pelo InCor/ FMUSP
Médico cardiologista do Hospital Miguel Soeiro - Unimed Sorocaba.
Presidente - SOCESP Regional Sorocaba.

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: