Hipertensão arterial sistêmica

Por que solicitar dosagem de sódio urinário de 24h para seus pacientes hipertensos?

Luís Sette
Escrito por Luís Sette

Estudo publicado no JAMA em mai/2016, avaliou a excreção de sódio urinário em pacientes com doença renal crônica (TFG de 20-70 mL/min/1.73m2 pelo CKD-EPI) acompanhados em Coorte do estudo CRIC (Chronic Renal Insufficiency Cohort). Esta coorte está em andamento e visa a estabelecer fatores de risco para progressão e desenvolvimento de doença cardiovascular em adultos (21-74 anos) com doença renal crônica.

Os pacientes realizaram coleta de sódio em urina de 24h em 3 ocasiões (uma no inicio do acompanhamento e outras duas nos período de 1 ano, após as quais foram medidos os desfechos). A média das 3 medidas na natriurese foi utilizada para a avaliação. Foram analisados os desfechos compostos de Infarto, insuficiência cardíaca e evento cerebrovascular. Foram avaliados 3757 pacientes (média de idade de 58 anos; 45% mulheres)

Na avaliação da natriurese como fator de risco para doença cardiovascular, foi encontrada associação entre a excreção de sódio (no maior quartil) com: doença cardiovascular (hazard ratio [HR], 1.36 [95% CI, 1.09-1.70]; P = .007), ICC (HR, 1.34 [95% CI, 1.03-1.74]; P = .03), e AVC (HR, 1.81 [95% CI, 1.08-3.02; P=.02).

O estudo evidencia relação positiva entre a excreção urinária de sódio e eventos cardiovasculares em pacientes com maiores excreções de sódio.

Sabe-se que 90% do sódio consumido é absorvido e excretado na urina. O sódio parece ocasionar disfunção endotelial e estresse oxidativo causando lesão vascular. Além disso, ele aumenta resistência a insulina e age diretamente aumentando a atividade do sistema renina angiotensina.

E você? Tem lembrado de dosar o Sódio urinário dos seus pacientes e de orientá-lo a ingerir menos sódio?

Resumindo:

1- Para quem pedir Sódio na urina de 24h? Pacientes com hipertensão de difícil controle (avaliar adesão dietética);  pacientes com doença renal crônica e proteinúria;

2- Como interpretar? O valor obtido em mEq/24h deve ser dividido por  por 17 (Já que 1 g de NaCl corresponde a 17 mEq de sódio, dividimos o resultado por 17 para obter a quantidade em gramas de NaCl consumido no dia).

3- O KDIGO (Kidney Disease Improving Global Outcomes) de Hipertensão e Doença renal crônica, recomenda a ingestão < 2g de  Sódio ou 5 gramas de NaCl por dia.

Referências

1- Sodium Excretion and the Risk of Cardiovascular Disease in Patients With Chronic Kidney Disease Katherine T. Mills, JAMA. 2016;315(20):2200-2210. doi:10.1001/jama.2016.4447

2- Lash JP, Go AS, Appel LJ, et al; Chronic Renal Insufficiency Cohort (CRIC) Study Group. Chronic Renal Insufficiency Cohort (CRIC) Study: baseline characteristics and associations with kidney function. Clin J Am Soc Nephrol. 2009;4(8):1302-1311.

 

Publicidade

Banner Atheneu

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Luís Sette

Luís Sette

Formado em Medicina pela UPE
Residência em Clínica Médica UNIFESP
Residência em Nefrologia pela USP
Título de Especialista em Nefrologia pela Sociedade Brasileira de Nefrologia
Mestre em Ciências da Saúde pela UFPE
Professor da Disciplina de Nefrologia da UFPE

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: