Arritmia ECG

Qual a diferença das ondas F do flutter para as ondas f da FA?

Eduardo Lapa
Escrito por Eduardo Lapa

Esta publicação também está disponível em: Português

O flutter atrial e a fibrilação atrial (FA) são duas arritmias comuns na prática clínica. Há varias dicas para diferenciá-las. Uma delas a presença de ondas F (maiúscul0) no flutter e a presença de ondas f (minúsculo) na FA. Ambas refletem a despolarização atrial.

No flutter, normalmente o circuito da arritmia está localizado no átrio direito e se dá por um mecanismo de macroreentrada. No final das contas isto faz com que os átrios sejam despolarizados sempre com a mesma frequência e pela mesma via. O resultado eletrocardiográfico será a presença de ondas F sempre de mesma morfologia e com intervalo regular entre elas.

Já na FA a despolarização atrial ocorre de forma caótica, através de inúmeros focos diferentes de microreentrada localizados no átrio esquerdo. Isto irá gerar ondas f que possuem morfologias diferentes (já que cada uma surge de locais distintos) e com intervalo irregular.

Abaixo figura com exemplo prático (imagem retirada do Manual de Eletrocardiografia Cardiopapers, a ser lançado em breve):

ondas-f

Curso Cardiopapers

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: