Coronariopatia

Qual a origem do termo angina pectoris?

O verbo angere em latim significa oprimir, sufocar, estrangular. Desta forma costumava-se usar o termo angina para se descrever a dor com característica sufocante, constritiva, opressiva. A palavra era habitualmente empregada nos casos de infecção de garganta (lembram do termo angina de Ludwig da época da faculdade?). Em 1772 o patologista inglês William Heberden (o mesmo dos nódulos de Heberden da osteartrose) fez a seguinte descrição:

"But there is a disorder of the breast marked with strong and peculiar symptoms, considerable for the kind of danger belonging to it, and not extremely rare, which deserves to be mentioned more at length. The seat of it and the sense of strangling and anxiety with which it is attended, may make it not improperly be called angina pectoris."

Angina = dor opressiva, estrangulante

Pectus = peito, tórax

A partir desta descrição o termo começou a ser utilizado como referência à dor torácica opressiva. Demorariam ainda anos até se descobrir que tal sintoma era resultado de isquemia miocárdica.

Para ler uma excelente revisão sobre a história da doença arterial coronária, acesse este artigo escrito pelo Dr Eugene Braunwald em comemoração aos 200 anos da New England.

Publicidade

Banner Atheneu

Banner Curso Pré Operatório

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

1 comentário

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: