ECG

Qual é a origem desse batimento?

No traçado apresentado acima, qual é a origem do batimento em destaque: ventricular ou supra-ventricular com aberrância?

CLIQUE NO LINK ABAIXO PARA DISCUSSÃO

Ao analisar o traçado, observamos que o intervalo R-R é regular (setas azuis). O batimento em destaque (seta vermelha) ocorre no momento esperado para seu batimento sinusal, mas sua morfologia é diferente. Assim, poderíamos imaginar que se trata de um batimento supra-ventricular com aberrância. Nesse contexto, a extrassístole ventricular (seta verde) ocorreria entre 2 batimentos normais, tratando-se assim de uma extrassístole ventricular única interpolada.

E então, qual é a origem do batimento?

O que nos sugere fortemente que a origem seja ventricular é que o intervalo PR é muito curto (onda P no círculo vermelho). Assim, torna-se muito improvável que esse estímulo supra-ventricular origine sozinho o batimento seguinte. Trata-se, então, de um episódio de extrassístole ventricular pareada.

Apesar disso, não podemos afastar a hipótese de fusão (combinação do estímulo ventricular e supra-ventricular).

Autores: Dr. Fernando Figuinha e Dra. Waneza Primo

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Fernando Figuinha

Fernando Figuinha

Especialista em Cardiologia pelo InCor/ FMUSP
Médico cardiologista do Hospital Miguel Soeiro - Unimed Sorocaba.
Presidente - SOCESP Regional Sorocaba.

1 comentário

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: