Coronariopatia

Qual o melhor antidepressivo em pacientes cardiopatas?

Referência: Lichtman JH, Bigger Jr JT, Blumenthal JA, et al. Depression and coronary heart disease. Recommendations for screening, referral, and treatment. A science advisory from the Prevention Committee of the American Heart Association Cardiovascular Nursing Council, Clinical Cardiology Council, Epidemiology and Prevention Council, and Interdisciplinary Council on Quality of Care and Outcome Research. Circulation 2008; DOI:10.1161/CIRCULATIONAHA.108.190769. Available at: http://circ.ahajournals.org.

– Um estudo em 01/21/2010 no European Heart Journal revelou aumento do risco cardiovascular com o uso de antidepressivos tricíclicos. Os antidepressivos deste grupo aumentaram em 35% os eventos cardiovasculares em um follow-up médio de 8 anos. Foi feito ajuste para fatores confundidores, incluindo a presença de transtornos mentais os quais sabidamente aumentam o risco cardiovascular Este efeito não foi observado no grupo que usava inibidores da recaptação de serotonina.

– Mecanismo causal da elevação do risco cardiovascular com tricíclicos – aumento de PA, peso, glicemia de jejum, etc.

– Mas então, qual antidepressivo usar nos pacientes cardiopatas? A AHA publicou em 2008 recomendações em relação ao screnning de depressão em pacientes cardiopatas. Neste documento o CITALOPRAM e a SERTRALINA como as medicações de primeira linha nesse grupo de pacientes.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

1 comentário

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: