Miscelânia

Quando indicar cesariana em gestante cardiopata?

Eduardo Lapa
Escrito por Eduardo Lapa

Vimos em post prévio quais as cardiopatias que devem desencorajar a gestação devido ao risco elevado de complicações. Mas e se mesmo com todos os avisos mulheres com estas doenças engravidarem? Que via de parto preferir? Vaginal ou cesariana? Via de regra, a via vaginal deve ser a preferida. Além das indicações óbvias para cesariana (ex: sofrimento fetal, instabilidade materna, etc) há situações em que o parto cirúrgico deve ser o preferencial. São alguns tipos de doenças da aorta (aortopatias). Preferir cesariana se:

1- Dilatação relevante de aorta em situações específicas

  • Síndrome de Marfan e aneurisma de aorta > 40 mm
  • Valva aórtica bicúspide e aneurisma de aorta > 45 mm
  • Síndrome de turner e diâmetro da aorta indexado para a superfície corporal > 20 mm/m²

2- Estenose aórtica importante (indicação defendida por alguns autores)

3- Paciente estiver em uso de anticoagulantes orais quando entrar em trabalho de parto. Nestes casos, o parto por via vaginal aumenta muito o risco de hemorragia intra-craniana no feto.

Nota do editor: este tema é bastante controverso. As recomendações mudam de fonte para fonte. As indicações citadas acima foram retiradas da revisão clínica abaixo.

Referência: Elkaiam U. High-Risk Cardiac Disease in Pregnancy Part 1. J Am Coll Cardiol 2016.

Publicidade

Banner Atheneu

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: