Arritmia

Riscos do uso de dabigatran em idosos

 Relatos de complicações do uso de dabigatran em duas mulheres idosas levantaram uma discussão quanto à segurança do uso dessa droga em pessoas muito idosas ou com disfunção renal.

Na maioria dos países em que o dabigatran foi aprovado para prevenção de AVC em pacientes com FA, as doses recomendadas são 150mg 2x por dia (mais efetivo que varfarina no estudo RELY, mas com maior risco de sangramento) ou 110mg 2x por dia (semelhante à varfarina). Nos EUA foi optado por aprovar a dose de 75mg 2x por dia ao invés de 110mg 2x por dia para pacientes com disfunção renal.

Dabigatran é eliminado em grande parte por via renal, então sugere-se ajuste de dose em pacientes com disfunção renal ou acima de 75 anos.

Em um dos relatos, uma senhora de 84 anos com 40kg apresentou sangramento digestivo baixo importante evoluindo com parada cardíaca e óbito; estava em uso de dabigatran 75mg 2xd. No outro, uma senhora de 89 anos com 45kg apresentou sangramento nasal recorrente associado à alterações no coagulograma, sendo necessária suspensão da droga.

Na verdade, esses pacientes sangraram por serem de alto risco. Sangraríam com dabigatran ou com varfarina, provavelmente. O dabigatran não é o remédio mágico que vai resolver as complicações embólicas de pacientes com FA, sem precisar de monitorização e sem complicações. Devemos ter cautela ao utilizar esse ou qualquer outro anticoagulante em pacientes com alto risco de sangramento.

Aguardamos também a publicação de uma sub-análise do estudo RELY, avaliando os efeitos do dabigatran de acordo a idade.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Fernando Figuinha

Fernando Figuinha

Especialista em Cardiologia pelo InCor/ FMUSP
Médico cardiologista do Hospital Miguel Soeiro - Unimed Sorocaba.
Presidente - SOCESP Regional Sorocaba.

2 comentários

  • Pergunta:
    Paciente com 85 anos, clearence de creatinina em torno de 40, posso usar apenas 150mg dia em dose única de dabigatram para profilaxia de embolia em FA crônica?

  • As doses aprovadas pelo FDA são 75mg, 110mg ou 150mg 2x por dia. Devido à meia vida da medicação, não acho adequado utilizar a dose de 150mg 1x por dia.
    Uma alternativa que pode ser considerada é utilizar a dose de 110mg 2x por dia, dose que foi estudada no RELY (diferente da dose 75mg 2xd).
    O FDA aprovou a dose de 75mg 2xd para aqueles com alto risco de sangramento na presença de interação medicamentosa, como antifúngico. Não devemos utilizar em ClCr < 30ml/min.
    Lembrar que sempre vale a pena utilizar, além do escore de CHADS-Vasc, o escore HAS-BLED para avaliar o risco de sangramento desses pacientes.

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: