Semiologia Valvopatias

Sinal de Quincke: o que é? Quais as causas? Como ver no exame físico?

Eduardo Lapa
Escrito por Eduardo Lapa

O que é?

Trata-se da visualização de pulsação em certos locais (ex: leito ungueal) devido à transmissão do pulso arterial nos pequenos vasos capilares.

Quais as causas?

Podemos dividir em 2 grupos:

1- Situações que levam à dilatação dos capilares: calor ambiental, banhos quentes, febre, anemia, gestação, hipertireoidismo.

2- Situações que aumentam a pressão de pulso (diferença entre a pressão arterial sistólica e a diastólica): o exemplo clássico é a insuficiência aórtica mas também pode ocorrer na hipertensão sistólica isolada, por exemplo.

Como detectar facilmente o sinal ao exame físico?

Classicamente recomenda-se realizar leve pressão do leito ungueal do paciente para observar a pulsação. Contudo, geralmente não é fácil observar-se a pulsação desta forma.

Dica: coloque uma fonte de luz (pode ser do celular mesmo) embaixo da falange distal de um dos dedos da mão do paciente em um ambiente escuro. Após isto, exerça com o seu dedo uma leve pressão na ponta da unha do paciente. A visualização se tornará bem mais nítida, como mostrado no vídeo acima.

Sempre vamos observar este sinal na insuficiência aórtica grave?

Não!!! Nos cass de IAo em que ocorre insuficiência cardíaca grave, esta irá causar importante vasoconstricção periférica, fazendo assim com que o Sinal de Quincke desapareça.

Referência: Constant J. Semiologia Cardíaca. Editora Santos. 5a edição. 2002.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: