Arritmia Emergências Síncope

Tilt Test é um Bom Exame para se Diagnosticar a Causa de uma Síncope Inexplicada?

Pedro Veronese
Escrito por Pedro Veronese

Até 40% das síncopes podem ficar sem causa definida após uma intensa investigação etiológica, sendo, portanto, classificadas como síncope de origem inexplicada. A pergunta que se impõem neste momento é: o tilt test é um bom exame para elucidar a etiologia dessas síncopes inexplicadas?

Pacientes com história típica de síncope vasovagal têm um tilt test com resposta positiva em até 92% dos casos. Já indivíduos sem histórico de síncope têm um exame de inclinação positivo em apenas 13% das vezes. Mas e naqueles pacientes com síncope de origem inexplicada? Nesta população específica, o tilt test é positivo em apenas 36% dos casos. Por outro lado, a positividade do tilt test em pacientes com síncope sabidamente de origem cardíaca é de até 47%. Em outras palavras, o valor diagnóstico desse exame complementar é ruim quando mais se precisa dele.

Comentário do Cardiopapers: a história clínica ainda é a principal ferramenta para se elucidar a causa de uma síncope. Quando associamos a ela um bom exame físico, com determinação da pressão arterial na posição supina e ortostática, e um eletrocardiograma de repouso conseguimos definir a sua etiologia da maioria dos casos.

O raciocínio aqui é bem diferente do empregado na investigação de dor torácica crônica. Neste cenário, o grande papel dos exames não invasivos como teste ergométrico e cintilografia miocárdica é justamente nos pacientes com probabilidade pré-teste intermediária. Já no cenário de síncope, como falado acima, se solicitamos o titl em um paciente com síncope inexplicada (a princípio, chance moderada de ter uma vasovagal já que essa é a principal causa de síncope de forma geral), os resultados podem mais confundir do que ajudar. É quase como jogar uma moeda para cima.

Referência:

  1. European Heart Journal (2018) 39, 1883-1948.

Publicidade

Banner Atheneu

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Pedro Veronese

Pedro Veronese

Médico Especialista em Çlínica Médica pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.
Médico Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC.
Médico Especialista em Arritmia Clínica e Eletrofisiologia pela Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas - SOBRAC.
Médico do Centro de Arritmias Cardíacas do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.
Doutor em Cardiologia pelo InCor - FMUSP.
Preceptor da Residência de Clínica Médica do Hospital Estadual de Sapopemba e Hospital Estadual Vila Alpina.
Médico Chefe de Plantão do Pronto Socorro Central da Santa Casa de São Paulo.
Professor da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.
Professor da Faculdade de Medicina UNINOVE.

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: