Coronariopatia

TRAPID-AMI: é possível afastar IAM em 1 hora com a troponina ultra-sensível?

Antes precisávamos aguardar 6 a 12hs para afastar IAM com a troponina convencional. Com a troponina ultra-sensível (TnT-hs) conseguimos afastar IAM precocemente. O último guideline europeu sugere o esquema Rapid Rule-Out, que permite afastar IAM após coletar TnT-hs na entrada e após 3 hs da admissão (indicação classe I NE-B).

Agora um novo estudo apresentado no congresso europeu avaliou a possibilidade de usar a TnT-hs para afastar IAM em 1 hora.

Foi o estudo TRAPID-AMI (High-Sensitivity Cardiac Troponin T Assay for Rapid Rule Out of Acute Myocardial Infarction). Foi um estudo multi-centrico, prospectivo, observacional, para validar um algoritmo para afastar precocemente IAM.

Em pacientes com TnT-hs basal < 12ng/L e com variação em 1 hora < 3ng/L, foi afastada a hipótese de IAM. Se > ou = 52 ng/L, com variação > 5 ng/L em 1 hora, considerado IAM. Os demais pacientes foram mantidos em observação.

De 1.282 pacientes, 813 (63,4%) tiveram a hipótese de IAM afastada pelo algoritmo. O valor preditivo negativo foi de 99,1%. 184 pacientes foram considerados com IAM. O valor preditivo positivo foi de 77,2%.

A mortalidade em 30 dias do grupo em que IAM foi afastado foi de 0,1%, indicando que esses pacientes seriam bons candidatos para uma investigação ambulatorial.

E dos 285 pacientes que ficaram em observação, 22,5% foram diagnosticados posteriormente com IAM.

Os resultados desse estudo são semelhantes aos de outros estudos anteriores que testaram esse mesmo algoritmo (ex.: estudo APACE).

Devemos lembrar que estes estudos foram feitos com a troponina ultra-sensível da Roche, e portanto não poderíamos extrapolar os resultados para kits de outros laboratórios.

Além disso, discute-se a aplicabilidade desse algoritmo em pacientes que chegam muito precocemente na emergência, com poucos minutos de dor. Nesse grupo de pacientes, as evidências dessa abordagem ainda são fracas.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Fernando Figuinha

Fernando Figuinha

Especialista em Cardiologia pelo InCor/ FMUSP
Médico cardiologista do Hospital Miguel Soeiro - Unimed Sorocaba.
Presidente - SOCESP Regional Sorocaba.

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: