Perioperatório

Quais os principais escores de risco para avaliar o risco cardiovascular antes de cirurgias?

Uma das principais atividades do cardiologista na rotina do consultório é avaliar o risco de complicações cardiovasculares de pacientes que serão submetidos a cirurgias eletivas. Para tal fim, existem vários escores clínicos diferentes. Os mais conhecidos são os escores de Lee e o fluxograma do ACP os quais colocaremos abaixo. Há também o escore EMAPO desenvolvido no Brasil e que pode ser acessado por este link

Como já diziam os médicos mais experientes, quando há vários escores/tabelas para se avaliar determinado assunto significa que nenhum deles é ideal. De fato todos os escores citados apresentam acurácia boa mas não excelente. De qualquer forma, tornam a avaliação do risco cirúrgico mais objetiva e devem sim ser utilizados na prática clínica. Cada serviço/médico deve avaliar qual escore mais prático de ser utilizado diariamente. Lembrar que em determinadas situações o examinador pode achar que o escore está subestimando o risco do pcte. Isto deve ser mencionado na avaliação escrita do médico.

Tabelas retiradas do capítulo de Perioperatório de cirurgia não cardíaca do nosso Manual de Cardiologia Cardiopapers.

Publicidade

Banner Atheneu

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: