Perioperatório

Recomendações para Profilaxia de Endocardite

As indicações para profilaxia de endocardite relacionada a procedimentos existem desde a década de 50 e sempre foram relacionadas a procedimentos odontológicos, genitourinários e gastrointestinais que cursam com alta incidência de bacteremia. Porém nos últimos anos estas indicações tornaram-se confusas, principalmente depois da divulgação do documento de atualização das indicações de profilaxia de endocardite do  Colégio Americano de Cardiologia ( AHA /ACC) em 2008 que restringiu o  seu uso.      

Neste documento americano,  algumas indicações clássicas para profilaxia como para os pacientes de alto risco de EI grave deixaram de ser Classe I  e tornaram-se classe IIa apenas quando associados a procedimentos odontológicos de alta alto risco para endocardite  ( extração dentária, manipulação de tecido gengival ou região periapical e perfuração de mucosa). Os procedimentos não odontológicos como broncoscopia, ecocardiograma transesofágico, endoscopia digestiva alta, colonoscopia e os demais procedimento  genitourinários e gastro intestinais deixaram de ter indicação de profilaxia.

Porém creio que em uma população com alta prevalência de valvulopatia reumática e má saúde bucal como a nossa, as indicações de profilaxia  da II Diretriz Brasileira de Perioperatório são mais coerentes e são aqui recomendadas.

 

  • Grau de recomedação  I :
    • É recomendada para os paciente de alto risco para EI ( tabela 8) e que serão submetidos à procedimentos odontológicos de alta probabilidade de bacteremia significativa ( tabela 9 ). Esquema antibiótico na Tabela 10. Nível de evidência C.

  • Grau de Recomendação IIa:
    • Profilaxia para pacientes com valvopatia ou cardiopatia

congênita que não se enquadrem na Tabela 8 e que serão

submetidos a procedimentos odontológicos de alta probabilidade

de bacteremia significativa (Tabela 9). Esquema antibiótico na

Tabela 10. Nível de evidência C.

  • Profilaxia para pacientes com risco elevado para EI grave

(Tabela 8) e que serão submetidos a procedimentos geniturinários

ou gastrointestinais associados a lesão de mucosa. Esquema

antibiótico na Tabela 11. Nível de evidência C.

  • Profilaxia para pacientes com risco elevado para EI grave

(Tabela 8) e que serão submetidos a procedimentos esofagianos

ou do trato respiratório associado a lesão de mucosa. Esquema

antibiótico na Tabela 10. Nível de evidência C.

  • Grau de Recomendação IIb:
    • Profilaxia para pacientes com valvopatia ou cardiopatia

congênita que não se enquadrem na Tabela 8 e que serãosubmetidos a procedimentos odontológicos que não se

enquadrem na Tabela 9. Esquema antibiótico na Tabela 10.

Nível de evidência C.

• Profilaxia para pacientes com valvopatia ou cardiopatia

congênita que não se enquadrem na Tabela 8 e que serão

submetidos a procedimentos geniturinários ou gastrointestinais

associados a lesão de mucosa. Esquema antibiótico na Tabela

11. Nível de evidência C.

• Profilaxia para pacientes com valvopatia ou cardiopatia

congênita que não se enquadrem na Tabela 8 e que serão

submetidos a procedimentos esofagianos ou do trato

respiratório associado a lesão de mucosa. Esquema antibiótico

na Tabela 10. Nível de evidência C.

  • Grau de recomendação III

Não há indicação para profilaxia de EI em pacientes

com comunicação interatrial (CIA) isolada; comunicação

interventricular ou persistência do canal arterial corrigidas e sem

fluxo residual; cirurgia de revascularização miocárdica; prolapso

de valva mitral sem regurgitação; após colocação de stents;

sopros cardíacos inocentes; portadores de marca-passo ou CDI;

história de doença de Kawasaki ou febre reumática sem disfunção

valvar, que serão submetidos a procedimentos odontológicos,

esofagianos, trato respiratório, geniturinário ou gastrointestinal;

Não há indicação para procedimentos que não envolvam

risco de bacteremia.

 

 

REFERÊNCIAS:

1- II Diretriz Brasileira de Perioperatório

 

 

 

Deixe um comentário

Sobre o autor

Andre Lima

Andre Lima

Editor do site --
Especialista em Cardiologia pela SBC e InCor/ USP --
Especialista em Ecocardiografia pela SBC e InCor/USP --
Especialista em Terapia Intensiva pela AMIB --

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: