Lípides

O que dizem as diretrizes em relação às metas de colesterol?

Ferdinand Saraiva
Escrito por Ferdinand Saraiva

Duas novas Diretrizes em Dislipidemia mais recente chamam atenção ao incorporarem as evidências em relação a alvos mais baixos de LDL: a Diretriz da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) e a Diretriz do American Academy of Clinical Endocrinology (AACE), ambas publicadas em 2017. A Diretriz da SBC coloca como meta um nível de LDL abaixo de 50 mg/dL para indivíduos de maior risco e a Diretriz da AACE estabelece 55 mg/dL, ambos níveis próximos dos 53 mg/dL atingidos no IMPROVE-IT e no REVEAL. As definições de risco das duas diretrizes, porém, apresentam divergência.

Note, ainda, que as metas para o LDL continuam arbitrárias – nenhum grande estudo testou a estratégia de “tratar para alvo”. Apenas “desenhamos” um alvo ao redor de um resultado obtido.

SBC 2017

Categoria Definição LDL Não-HDL
Muito Alto Risco Indivíduos que apresentem doença aterosclerótica significativa (coronária, cerebrovascular ou periférica) com ou sem eventos clínicos ou obstrução ≥ 50% em qualquer território arterial < 50 < 80
Alto Risco Aterosclerose subclínica definida por USG de carótidas, ITB < 0.9, Escore de Cálcio > 100 ou placa em angioTC de coronárias

Aneurisma de Aorta Abdominal

DRC com Taxa de Filtração Glomerular < 60 mL/min

LDL ≥ 190 mg/dL

Diabetes com LDL entre 70 e 189 e Estratificadores de Risco ou Doença Aterosclerótica Subclínica

< 70 < 100
Intermediário Risco Escore de Risco Global entre 5 e 20% no sexo masculino ou 5-10% no sexo feminino

Diabéticos sem Estratificadores de Risco ou Doença Aterosclerótica Subclínica

< 100 < 130
Baixo Risco Escore de Risco Global em 10 anos < 5% < 130 < 160

 

AACE 2017

Categoria Definição LDL Não-HDL
Extremo Risco Doença Cardiovascular Aterosclerótica progressiva em pacientes com LDL < 70 mg/dL

Doença cardiovascular clínica estabelecida em pacientes com Diabetes, DRC estágios 3 e 4 ou Hipercolesterolemia Familiar Heterozigótica

História de Doença Cardiovascular Aterosclerótica Prematura (homens abaixo de 55 anos e mulheres abaixo de 65 anos)

< 55 < 80
Muito Alto Risco Doença cardiovascular estabelecida (Coronária, Carótida ou Arterial Periférica) ou hospitalização por Síndrome Coronariana Aguda ou risco em 10 anos > 20%

Diabetes e DRC estágios 3 e 4 e mais 1 fator de risco

Hipercolesterolemia Familiar Heterozigótica

< 70 < 100
Alto Risco ≥ 2 fatores de risco e risco em 10 anos 10-20%

Diabetes ou DRC estágios 3 e 4 sem outros fatores de risco

< 100 < 130
Risco Moderado ≤ 2 fatores de risco e risco cardiovascular em 10 anos < 10% < 100 < 130
Baixo Risco Sem fatores de risco < 130 < 160

Referências:

Faludi AA, Izar COM, Saraiva JFK, Chacra APM, Bianco HT, Afiune Neto A et al. Atualização da Diretriz Brasileira de Dislipidemias e Prevenção da Aterosclerose – 2017. Arquivos Brasileiros de Cardiologia 2017;109(2Supl.1):1-76.

Jellinger PS, Handelsman Y, Rosenblit PD, Bloomgarden ZT, Fonseca VA, Garber AJ et al. American Association of Clinical Endocrinologists and American College of Endocrinology Guidelines for Management of Dyslipidemia and Prevention of Cardiovascular Disease. Endocrine Practice 2017;23(Suppl2):1-87.

Curso Preparatório

Banner Atheneu

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Ferdinand Saraiva

Ferdinand Saraiva

Residência em Clínica Médica e Cardiologia pelo Hospital Universitário Onofre Lopes/UFRN.
Plantonista da UTI do Hospital Promater e do Pronto-Atendimento do Hospital Rio Grande.

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto:
X