Coronariopatia

Questões em cardiologia – 05

Paciente de 60 anos é admitido na emergência com dor precordial típica. Realizado ecg que revelou o seguinte:

O paciente foi submetido a angioplastia coronariana. No segundo dia pós-IAM evoluiu com quadro de choque circulatório e surgimento de novo sopro em foco mitral. O novo ecg não revelou alterações em relação ao realizado horas antes do início do quadro. Realizado ecocardiograma que revelou:

Para saber a resposta, clique no link abaixo:

 

Resposta: Artéria acometida – coronária direita; complicação mostrada no eco – rotura de músculo papilar

Comentário: Em relação a qual a artéria acometida, basta revisar este post que colocamos em 2010. Nele citamos o algoritmo utilizado pelo Dr Bayés de Luna.

Já em relação à complicação revelada pelo eco podemos notar a presença de rotura de músculo papilar causando insuficiência mitral importante. A rotura do músculo papilar pós-IAM acomete geralmente o músculo papilar posteromedial. Isto se deve ao fato deste ser vascularizado por apenas uma artéria que normalmente é a artéria dominante (Cd ou Cx). Já o músculo papilar anterolateral é vascularizado normalmente pela DA e pela Cx. Assim, mesmo que uma das duas artérias oclua agudamente a outra costuma vascularizar o território diminuindo assim o risco de necrose do local. 

A transecção completa do músculo papilar geralmente é incompatível com a vida devido à gravidade da insuficiência mitral resultante. Mais comumente o que ocorre é a rotura de uma porção do músculo papilar. 

Ao contrário das outras complicações mecânicas (ex: rotura de parede livre, CIV) que costumam ser vistas apenas em grandes infartos a rotura de papilar pode ocorrer mesmo em infartos menores. No caso mostrado o pcte apresentava como única lesão coronariana uma oclusão distal da coronária direita. 

A apresentação clínica dos casos de rotura de músculo papilar é bastante similar a dos casos de CIV pós-IAM – desenvolvimento de novo sopro associado à clínica de insuficiência cardíaca. O ecocardiograma é o exame mais utilizado para diferenciar as duas patologias. 

O tratamento destes casos é a cirurgia. 

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: