Coronariopatia ECG

Síndrome coronariana aguda + bloqueio de ramo direito novo = ????

Dica: paciente com quadro clínico compatível com síndrome coronariana aguda e que se apresenta com um BRD novo ou presumivelmente novo apresenta grande risco de ter acometimento de DA proximal. Veja exemplo: paciente HAS, DM e tabagista chegou ao pronto-socorro com dor torácica de início há 12 horas. ECG inicial mostrava:

Supra + BRD + BDAS 2

O ECG revela presença de ritmo sinusal + bloqueio de ramo direito + bloqueio divisional anterossuperior esquerdo (BDAS) devido ao desvio de eixo para a esquerda + supra de ST em V1 e V2.

Pacientes com bloqueio de ramo novo na vigência de IAM possuem risco aumentado de evoluir com BAVT. Foi o que foi observado logo a seguir na evolução do paciente, necessitando de implante de marca-passo provisório durante a realização do cateterismo cardíaco. Este, por sua vez, mostrou o seguinte:

cate3cate4

Foi tentado realizar abertura da DA por angioplastia mas sem sucesso. O paciente acabou evoluindo com choque cardiogênico refratário e óbito.

Resumindo:

Síndrome coronariana aguda + BRD novo ou presumivelmente novo = pensar em acometimento de DA proximal. 

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

1 comentário

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: