Coronariopatia

Cirurgia de revascularização miocárdica – qual enxerto vascular usar?

Pontos importantes:
– após 10 anos, cerca de 50% dos enxertos de safena estão fechados. Dos que estão abertos, apenas metade está completamente livre de lesões após este período.
– Já a artéria mamária tem taxas de patência de cerca de 90% em 10 anos.
– Por que há uma diferença tão grande de patência entre estes vasos? Provavelmente porque a artéria mamária secreta mediadores como prostaciclina e óxico nítrico os quais são vasodilatadores e inibidores da ação plaquetária.
– Há estudos observacionais que mostram que o uso de mamária esquerda como enxerto para a DA diminui mortalidade a longo prazo. Assim, sempre deve se tentar usar este enxerto.
– Quando não usar mamária esquerda para DA? Basicamente quando houver contra-indicações técnicas:
1- cirurgia de emergência – é mais prático usar o enxerto de safena
2- baixo fluxo pela mamária (por aterosclerose, por exemplo)
3- estenose de artéria subclávia – já que nestes casos pode haver sinais de roubo de fluxo
– E nestes casos em que não se pode usar a mamária esquerda – que enxerto usar para revascularizar a DA? O guideline da AHA de CABG lançado em 2011 recomenda a utilização da mamária direita (recomendação IIa)
– Há trabalhos mostrando benefício no uso das 2 mamárias. Contudo, é necessário cuidado em pctes diabéticos ou com IMC > 30 – alto risco de infecção de esterno no pós-op.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: