Sem categoria

Guia de medicamentos cardiovasculares: Adrenalina

A adrenalina (ou epinefrina) age como um potente agonista alfa e beta-adrenérgico. Discutiremos alguns detalhes do seu uso como infusão contínua.

Indicação: vasopressor; cronotrópico positivo (em bradicardia instável).

Mecanismo de ação: pelo estímulo beta-1: aumenta contratilidade (efeito inotrópico), aumenta condução AV e automatismo. Pelo estímulo beta-2: broncodilatação, vasodilatação musculatura esquelética. Pelo efeito alfa: vasocontrição, reposta de fuga. Em baixas doses predomina efeito beta (vasodilatação). Em altas doses, efeito alfa – vasoconstrição, aumento da resistência vascular sistêmica e da pressão arterial.

Apresentação: ampola com 1ml – Adrenalina 1:1.000 = 1 mg/ml.

Diluição (concentração 60mcg/ml):

        Soro Glicosado 5% 188ml        EV em bomba de infusão contínua

   + Adrenalina 1mg/ml – 12  amp 

Dose: 2 a 10 mcg/min ou  0,1 a 2 mcg/kg/min ( conforme tabela prática).

Tabela prática:

Cuidados: utilizar em infusão contínua em cateter venoso central. Manter proteção da luz já que a medicação é fotossensível (igual à noradrenalina). É incompatível com bicarbonato (precipita em soluções alcalinas).

Contra-indicações: alergia à epinefrina ou outro simpaticomimético. Relativas: glaucoma de ângulo fechado; hipertensão; aterosclerose cerebral; hipertireoidismo, durante trabalho de parto (risco de anóxia fetal). Cuidado se insuficiência coronariana – devido aos seus efeitos beta-adrenérgicos, ela pode aumentar o trabalho miocárdico e reduzir a perfusão sub-endocárdica; e se insuficência cardíaca – em altas doses pode aumentar a resistência vascular sistêmica.

Efeitos colaterais: arritimias, dor torácica, cefaléia, tontura.

Uso na gravidez: classe C. É eliminado no leite materno.

Outras indicações: parada cardíaca, choque anafilático, crise asmática grave.

Nomes comerciais: Epifrin®, Efrinalin®, Drenalin®.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Fernando Figuinha

Fernando Figuinha

Especialista em Cardiologia pelo InCor/ FMUSP
Médico cardiologista do Hospital Miguel Soeiro - Unimed Sorocaba.
Presidente - SOCESP Regional Sorocaba.

3 comentários

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: