Lípides

Sinvastatina + amiodarona? Cuidado!

Quando for necessário usar sinvastatina e amiodarona no mesmo paciente, o FDA recomenda que a dose da estatina não ultrapasse 20 mg/d. Isto se deve ao fato da amiodarona aumentar os níveis séricos do hipolipemiante, aumentando assim o risco de efeitos colaterais como dano muscular.

Lembrando ainda que, como já mencionamos, a dose máxima de sinvastatina foi alterada do FDA no ano passado. Assim, a dose máxima de sinvastatina atualmente é de 40 mg. 

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

7 comentários

  • Daniel,
    foi só com sinvastatina mesmo. Isto ocorreu pelo seguinte:
    há alguns meses o FDA lançou a nota dizendo que a dose máxima de sinvastatina deveria ser de 40 mg/d e não 80 mg/d (falamos disto aqui no blog). Esta recomendação veio do fato de alguns estudos terem mostrado uma incidência muito alta de miopatia com esta dose de 80 mg. Paralelo a isto houve uma recomendação de diminuir pela metade a dose máxima da sinva em outras situações. Esta recomendação de usar apenas 20 mg de sinva em pctes que estão tomando amiodarona já é relativamente antiga. Depois deste comunicado então a dose máxima seria de 10 mg dia na verdade. Mas parece que o FDA viu que não havia evidência científica para deixar uma dose tão restrita nesta circunstância. E aí voltou atrás agora e deixou 20 mg mesmo. Não vi nada em relação a outras estatinas.

  • Entendi, venho acompanhando o blog, achei importante a suspensão da dose de 80mg da sinva (acho que na prática poucos colegas a utilizavam pelo risco, ou associavam com ezetimibe ou mudavam para uma estatina mais potente) , mas é que as recomendações da bula de todas as estatinas citam o potencial aumento dos níveis séricos das mesmas e o risco aumentado de miopatia/rabdmiólise com drogas como amiodarona, diltiazen, eritromicina etc. A sinvastatina perece que vem apresentando incidência maior de complicações, mas a atenção com tais interações continua para todo o grupo das estatinas, concorda?

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: