Arritmia ECG

Por Que Tantos Médicos Prescrevem Amiodarona Para “Limpar”o Holter?

Pedro Veronese
Escrito por Pedro Veronese

O que é bem sabido sobre a amiodarona?

  1. Trata-se do anti-arrítmico mais efetivo disponível no Brasil. Para uma revisão sobre esta droga, acesse este link
  2. A amiodarona tem muitos efeitos colaterais bem conhecidos: microdepósitos em córnea (> 90%), fotossensibilidade (4-9%), toxicidade pulmonar (2-17%), hipotireoidismo (6%), hipertireoidismo (2%), elevação de transaminases (15-30%), toxicidade hepática (1%), tremor/ataxia (3-35%), neuropatia periférica (0,3%), insônia, distúrbios de memória, delirium, alteração da cor da pele (4-9%), neurite óptica (< 1%), prolongamento do intervalo QT e bradiarritmias (2-4%).

Quais as indicações para se prescrever um anti-arrítmico?

  1. Melhorar os sintomas do paciente.
  2. Controlar arritmias muito frequentes como extrassístoles ventriculares ou arritmias atriais com resposta ventricular muito elevada para se evitar taquicardiomiopatia.
  3. Reduzir o risco de morte arrítmica.

Os melhores estudos sobre prevenção primária de morte arrítmica com uso ISOLADO de amiodarona demonstraram alguma proteção? NÃO!!! Quais foram esses estudos? MADIT (1996), MUSTT (1999), MADIT II (2002), CAT (2002), AMIOVIRT (2003), DEFINITE (2004) e SCD-HeFT (2005). Repito: em nenhum deles o uso ISOLADO de amiodarona, sem o implante de CDI, preveniu mortalidade.

Posto isso, por que é tão frequente encontrarmos a prescrição de amiodarona em pacientes assintomáticos, sem risco de taquicardiomipatia e sem eventos clínicos prévios? Ou seja, apenas para se “limpar” o holter?

Acreditamos que tal conduta se deva pela insegurança da classe médica em lidar com arritmias cardíacas. As evidências mostram não haver qualquer benefício em se prescrever amiodarona nesse cenário.

Dica: se o seu paciente é assintomático, não tem risco de taquicardiomiopatia e não tem eventos clínicos prévios….não prescreva amiodarona!!!!! Não há benefícios e os efeitos colaterais são bem conhecidos. Encaminhe seu paciente para um especialista para investigação diagnóstica.

Referências:

1.       Sissoway, LA et all. Amiodarone: Guidelines for Use and Monitoring. Am Fam Physician. 2003; 68(11): 2189-2196.

2.       Vassalo, P et all. Prescribing amiodarone an evidence-based review of clinical indications. JAMA. 2007; 298(11): 1312-1322.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Pedro Veronese

Pedro Veronese

Médico Especialista em Çlínica Médica pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.
Médico Especialista em Cardiologia pela Sociedade Brasileira de Cardiologia - SBC.
Médico Especialista em Arritmia Clínica e Eletrofisiologia pela Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas - SOBRAC.
Médico do Centro de Arritmias Cardíacas do Hospital Alemão Oswaldo Cruz.
Médico Doutorando em Cardiologia pelo InCor - FMUSP.
Preceptor da Residência de Clínica Médica do Hospital Estadual de Sapopemba.
Médico Chefe de Plantão do Pronto Socorro Central da Santa Casa de São Paulo.

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: