Coronariopatia Emergências

Dor torácica típica prolongada + ECG sem supra de ST = ?????

Eduardo Castro
Escrito por Eduardo Castro

Esta publicação também está disponível em: pt-brPortuguês esEspañol

  • Paciente de 46ª, 1,75m / 70kg, caucasiano, sem antecedentes pessoais. Não tem atividade física programada, mas caminha muito durante atividade laborais diárias. Antecedentes familiares – irmão com morte súbita aos 38ª.
  • Alega que durante partida de futebol ao inicio do segundo tempo de jogo (por volta de 20:40h) começou a apresentar dor principalmente em epigástrio de forte intensidade, irradiação para o dorso, intensidade 10/10 que progressivamente progrediu para região do precórdio. Nega uso de aines, nega drge. O aspecto da dor é em queimação, e aperto, associado a náuseas e 1 episódio de vômito.alega sudorese associada e nega melhora com uso de hidróxido de alumínio.

Feito ECG que mostrou:

Feito isordil sublingual. Pcte persistiu com dor e ECG alterou pouco

E agora?

DICA:

  • dor anginosa aguda e persistente sem supra de ST no ECG… sempre lembrar de fazer V7 e V8!!!!

Olha aí o que veio no ECG

Supra de ST claro nestas derivações. Paciente foi encaminhado para o cate que mostrou 1a marginal esquerda ocluída (vide imagem abaixo). Feito ATC primária.

 

 

Curso Questões Cardiopapers

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Castro

Eduardo Castro

Eduardo A Castro
Médico da Cardiologia Metropolitano - METROCOR
Especialista em Cardiologia pela SBC, Pos graduação pelo INCOR- FMUSP,
Coordenador da Residência Médica em Cardiologia do Hospital Metropolitano,
Professor de Cardiologia na Multivix.

1 comentário

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site

%d blogueiros gostam disto: