Sem categoria

Nova diretriz de valvopatias da SBC – parte 4

INSUFICIÊNCIA MITRAL

– Sempre lembrar que o procedimento invasivo de escolha para o tratamento da insuficiência mitral é a cirurgia de plástica valvar. Quando comparada com a troca valvar, resulta em menor mortalidade a longo prazo.

– O sucesso da plástica mitral é maior quando a patologia de base é o prolapso da cúspide posterior da mitral. Já quando há PVM da cúspide anterior ou de ambas as cúspides, assim como quando há calcificação importante das cúspides ou do aparato subvalvar (como na valvopatia reumática) a técnica se torna mais difícil de ser executada.

– Trabalhos recentes têm mostrado benefício da plástica valvar em pctes com IM importante mesmo sem sintomas. Notar, contudo, que nestes estudos a grande maioria dos pctes (>90% dos casos) era submetido à plástica valvar com sucesso. Para isto é necessário toda uma logística muitas vezes não disponíveis em nossos serviços, como ecocardiograma transesofágico intraoperatório. Isto porque o ideal é que após a realização da plástica valvar seja realizado ETE ainda na sala cirúrgica para observar o resultado da cirurgia. Se houver regurgitação mitral moderada ou importante, é necessário correção do problema na hora. 

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: