Insuficiência Cardíaca

Recomendações para o uso de peptídeos natriuréticos na doença cardíaca aguda – parte 1

Foi lançado recentemente um artigo com recomendações para o uso de peptídeos natriuréticos (B-type natriuretic peptide – BNP; e N-terminal proBtype natriuretic peptide – NT-proBNP) em doenças cardíacas agudas.

Os peptídeos natriuréticos (NP) promovem natriurese e diurese, vasodilatação, e antagonizam os efeitos do sistema renina-angiotensina aldosterona e do sistema simpático. No SNC, agem como neurotransmissores e diminuem o tônus simpático, reduzem a secreção da vasopressina e corticotrofina e inibem o apetite por sal e por água.

A insuficiência cardíaca é caracterizada por um sistema peptídeo natriurético disfuncional. Uma forma relativamente inativa do NP (proB-type NP) é a forma circulante mais comum.

Em resposta à doenças cardíacas que levam a sobrecarga de volume ou pressão, ocorre um aumento desses NP.

 

Devemos lembrar que os NP não são específicos de IC ou de doença cardíaca.

Nos tópicos seguintes discutiremos os valores de corte e o papel de medidas seriadas na prática clínica.

 

Referência

  1. Thygesen K, Mair J, Mueller C, Huber K, Weber M, et al. Recomendations for the uso of natriuretic peptides in acute cardiac care. Eur Heart J. 2011.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Fernando Figuinha

Fernando Figuinha

Especialista em Cardiologia pelo InCor/ FMUSP
Médico cardiologista do Hospital Miguel Soeiro - Unimed Sorocaba.
Presidente - SOCESP Regional Sorocaba.

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: