Sem categoria

Como graduar a isquemia miocárdica vista na cintilografia?

Eduardo Lapa
Escrito por Eduardo Lapa

Informação prática e rápida: podemos graduar a isquemia induzida durante cintilografia em 3 estágios (discreta, moderada ou importante). Tal informação é de relevância pática já que prediz com boa acurácia o risco de um paciente vir a ter eventos cardiovasculares (ex: infarto, morte de origem cardiovascular) durante o seguimento. A classificação é a seguinte:

  • <5% da massa do VE acometida por isquemia na fase de estresse (físico ou farmacológico) – indica baixo risco de eventos (risco anual de morte ou IAM < 1%)
  • entre 5% e 9,9% da massa do VE acometida – risco moderado (entre 1% e 3% de chance anual de ter IAM ou morte)
  • 10% ou mais do VE acometido por isquemia – risco alto (mais de 3% de risco de IAM ou morte por ano)

Referência: Patel MR. ACC/AATS/AHA/ASE/ASNC/SCAI/SCCT/ STS 2017 Appropriate Use Criteria for Coronary Revascularization in Patients With Stable Ischemic Heart Disease. J Am Coll Cardiol.

Publicidade

Banner Atheneu

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: