Sem categoria

Suspeita de endocardite infecciosa – como investigar?

Dúvida frequente para os cardiologistas que cuidam de pacientes internados. A sociedade européia de cardiologia sugere o seguinte fluxograma:

– Sempre iniciar com o bom e velho eco transtorácico. É um exame fácil de se realizar, não-invasivo, rápido e que pode mostrar em poucos segundos sinais claros de vegetação em alguma da válvulas. 

– Mesmo que o eco TT mostre claramente vegetações, é sempre interessante complementar o exame com o eco transesofágico. Isto porque a sensibilidade do eco TT para certas complicações da endocardite (ex: abscesso perivalvar) é muito baixa. Já o ETE pe excelenete para detectar tais achados.

– No caso de suspeita de endocardite de prótese ou dispositivos intracardíacos (marcapasso, cdi) mesmo que o eco TT não veja vegetações é interessante a realização de ETE.

Publicidade

Deixe um comentário

Sobre o autor

Eduardo Lapa

Eduardo Lapa

Editor-chefe do site Cardiopapers
Especialista em Cardiologia e Ecocardiografia pela SBC

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: