Arritmia

O que fazer com esse paciente com fibrilação atrial?

Cristiano Guedes
Escrito por Cristiano Guedes

Esta publicação também está disponível em: pt-brPortuguês esEspañol

Homem de 80 anos é portador de FA permanente, CHADSVASc = 5 (HAS, DM, idade, AIT prévio e doença arterial periférica). Usou vários anticoagulantes (varfarina, rivaroxaban, apixaban, dabigatran) porém não tolerou devido a sangramento gastrointestinal recorrente por retite actínica requerendo transfusão sanguínea. Apesar de abordagem local específica, risco de sangramento permanece. Ecocardiograma mostra hipertrofia concêntrica de VE de grau discreto e aumento moderado de átrio esquerdo.

Resposta abaixo

Resposta: oclusão percutânea de apêndice atrial esquerdo

Conforme as II Diretrizes brasileiras de fibrilação atrial (2016) e Guideline de fibrilação atrial do American College of Cardiology/American Heart Association/ Heart Rhythm Society (2014 com update em 2019), o fechamento percutâneo do apêndice atrial esquerdo pode ser considerado em pacientes com alto risco de fenômenos tromboembólicos e contraindicação ao uso prolongado dos anticoagulantes orais, com recomendação classe IIb, nível de evidência B.

Essa recomendação é baseada nos estudos PROTECT AF (WATCHMAN Left Atrial Appendage System for Embolic Protection in Patients With Atrial Fibrillation) e PREVAIL (Evaluation of the WATCHMAN LAA Closure Device in Patients With Atrial Fibrillation Versus Long Term Warfarin Therapy). Metanálise envolvendo esses dois estudos mostrou que os pacientes que receberam o dispositivo oclusor apresentaram em relação ao grupo que usou anticoagulante oral (varfarina) significativamente menos sangramento e taxas semelhantes de AVC, quando excluídos os eventos periprocedimentos.

A anticoagulação oral continua a ser a terapia de escolha para a prevenção do AVC na maioria dos pacientes com FA e risco elevado de AVC. No entanto, para pacientes com intolerância a anticoagulação oral a longo prazo (devido à propensão a sangramento ou baixa tolerância às drogas), o fechamento percutâneo da auriculeta é uma alternativa.

Saiba mais sobre sangramento gastrointestinal em uso de NOAC e sobre fechamento percutâneo de apêndice atrial esquerdo.

Curso Questões Cardiopapers

Banner Atheneu

Deixe um comentário

Sobre o autor

Cristiano Guedes

Cristiano Guedes

Dr Cristiano Guedes

• Doutorado em Cardiologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP)
• Residência médica em Cardiologia pelo Instituto do Coração da FMUSP (InCor-FMUSP)
• Especialista em Hemodinâmica e Cardiologia intervencionista pelo InCor-FMUSP.
• Sócio Titular da Sociedade Brasileira de Hemodinâmica e Cardiologia Intervencionista
• Cardiologista intervencionista dos Hospitais CárdioPulmonar e São Rafael – Salvador.
• Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/9663860620578411

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site

%d blogueiros gostam disto: