Sem categoria

Ticagrelor vs prasugrel: qual é o melhor?

Diversos estudos já demonstraram a superioridade do ticagrelor e prasugrel em relação ao clopidogrel no cenário de síndrome coronariana aguda (SCA). Mas desses dois medicamentos, qual é o melhor?

Um novo estudo lançado recentemente buscou avaliar de forma randomizada a farmacodinâmica dessas duas medicações. Avaliou 55 pacientes com IAM com supra ST que foram para angioplastia.

Os dois medicamentos apresentaram uma demora no início da ação comparado com o previsto, e não houve diferença entre os dois medicamentos em inibição plaquetária nas primeiras 24hs da SCA. Em 5 dias, demonstrou-se uma superioridade do ticagrelor em relação ao prasugrel (Reat. Plaq. 25,6 vs 50,3 p 0,01) – não se sabe se há algum impacto clinico desse achado, como menos isquemia ou mais sangramento.

O esperado pelos autores era um início de ação mais rápido do ticagrelor, já que ele é um agente de ação direta (não precisa ativação no fígado).

Estudos prévios com voluntários saudáveis mostraram boa ação anti-plaquetária de ambas as drogas em cerca de 30 minutos. Talvez pacientes com SCA possam apresentar algumas diferenças relacionada com a ativação simpática secundária à dor ou à absorção dessas drogas.

Nesse estudo, nenhuma das duas drogas conseguiram atingir uma redução expressiva da reatividade plaquetária nas primeiras 2 hs. Assim, uma porcentagem elevada de pacientes em ambos grupos apresentavam reatividade plaquetária alta no momento da angioplastia (46,2% no grupo ticagrelor e 34,6% no grupo prasugrel, p ns).

Questiona-se, baseado nesses achados, se precisaremos de alguma outra medida para cobrir esse gap sem antiagregação plaquetária adequada em pacientes agudos (como com um inibidor de glicoproteína IIb / IIIa ou doses mais elevadas de ticagrelor ou prasugrel)? Aguardamos novos estudos…

Referência

  1. Alexopoulos D, Xanthopoulou I, Gkizas V, et al. Randomized assessment of ticagrelor versus prasugrel antiplatelet effects in patients with ST elevation myocardial infarction. Circ Cardiovasc Interv 2012.

Deixe um comentário

Sobre o autor

Fernando Figuinha

Fernando Figuinha

Especialista em Cardiologia pelo InCor/ FMUSP
Médico cardiologista do Hospital Miguel Soeiro - Unimed Sorocaba.
Presidente - SOCESP Regional Sorocaba.

2 comentários

  • Boa tarde Fernando, primeiramente gostaria de parabenizá-los pelo excelente portal, contudo observando suas afirmativas sobre o assunto proposto achei a afirmativa de que Plasugrel e ticagrelor são superiores a clopidogrel um tanto quanto errônea, já que os estudos até o momento não nos traz evidências que sustentem tal afirmativa em relação a desfechos primários, dentre os tais cito o TRITON, TRYLOGI e o PLATO. Portanto há alguma evidência mais atual que exista que sustente tal afirmativa, desde já obrigado e novamente o parabenizo pela iniciativa do portal.
    Fábio José Matheus – Residente Cardiologia FMABC.

    • Tanto no PLATO como no TRITON houve uma redução significativa do desfecho primário mortalidade cardiovascular + AVC + IAM (para o ticagrelor e prasugrel, respectivamente). No PLATO houve redução significativa também de mortalidade cardiovascular e mortalidade total, avaliadas isoladamente. Portanto, há evidências científicas de que essas medicações sejam melhores que o clopidogrel. Não podemos fechar o assunto somente com um estudo, mas o que temos disponível na literatura sugere que o ticagrelor e o prasugrel sejam superiores que o clopidogrel (para os pacientes que se enquandram nos critérios de inclusão desses estudos…).

Deixe uma resposta

Seja parceiro do Cardiopapers. Conheça os pacotes de anuncios e divulgações em nosso MídiaKit.

Anunciar no site
%d blogueiros gostam disto: